Olá amigos

Proponho que conversemos sobre reaproveitamento de materiais.

Tenho visto muitas iniciativas de uso de pets, garrafas, latas para construção, decoração...Fico pensando se isso é mesmo bom para o Planeta. Estamos nos dispersando? Esses materiais são retirados da natureza para um fim comercial, se não retornam para reaproveitamento para o mesmo fim, significa, em primeiro lugar, que mais material será retirado para produzir outros objetos com a mesma finalidade. Significa, também, que estamos introduzindo esses materiais em locais que talvez pudessem ficar livres deles. Significa, finalmente, que no todo ou em parte será transformado em lixo, sem possibilidade de reaproveitamento.

Será que não seria fundamental que todos estivessemos exigindo que o fabricante resgate e recicle o material que ele põe no mercado ao invés de tentar resolver, com meios restritos, um problema cuja torneira continua aberta?

Ao inventarmos maneiras de reaproveitar - que certamente não têm escala - não estamos produzindo curiosidades, fatos isolados, muito criativos, mas de pouca repercussão para o problema?  Quantos de nós moraremos em casas feitas com garrafas, utilizaremos aquecimento com garrafas pet, enfeitaremos nossas casas com esses resíduos do consumo desenfreado?

Observo que há  muitos entusiastas das idéias de reaproveitamento múltiplo, particular. Não tenho o objetivo de confrontá-los, mas de pedir a todos que reflitamos um pouco mais sobre o assunto.

Rose

Exibições: 140

Responder esta

Respostas a este tópico

Eu tb fico muito incomodada com o desperdício de material e com a pouca reciclagem.
Tem uma vereadora que está trabalhando nisso: Veja a notícia:

De autoria da Vereadora Noemia Rocha de Curitiba, está tramitando na
Câmara de Vereadores um projeto de lei que incentiva a reciclagem de
bitucas de cigarro. Leia a Matéria na íntegra:
http://www.cmc.pr.gov.br/ass_det.php?not=14074
ALém disto, o projeto prevê parceria entre o poder público e
iniciativa privada para a instalação de lixeiras ou recipientes
exclusivos para o descarte de filtros de cigarro.
Projeto de Lei:
http://www.cmc.pr.gov.br/wspl/system/LogonForm.do?logon_action=
Ajudem a divulgar, a aprovação deste projeto é essencial para o meio
ambiente e uma alternativa criativa para a geração de renda e
reciclagem deste resíduo!!!

Estou Tempo de decomposição:
Papel: 3 a 6 meses
Jornal: 6 meses
Palito de madeira: 6 meses
Toco de cigarro: 20 meses
Nylon: mais de 30 anos
Chicletes: 5 anos
Pedaços de pano: 6 meses a 1 ano
Fralda descartável biodegradável: 1 ano
Fralda descartável comum: 450 anos
Lata e copos de plástico: 50 anos
Lata de aço: 10 anos
Tampas de garrafa: 150 anos
Isopor: 8 anos
Plástico: 100 anos
Garrafa plástica: 400 anos
Pneus: 600 anos
Vidro: 4.000 anos

Tempo de decomposição de resíduos em Oceanos:
Papel Toalha: 2 a 4 semanas;
Caixa de Papelão: 2 meses;
Palito de Fósforo: 6 meses;
Restos de Frutas: 1 ano;
Jornal: 6 meses;
Fralda Descartável: 450 anos;
Fralda Descartável Biodegradável; 1 ano;
Lata de Aço: 10 anos;
Lata de Alumínio: não se corrói;
Bituca de Cigarro: 2 anos;
Copo Plástico: 50 anos;
Garrafa Plástica: 400 anos;
Camisinha: 300 anos;
Pedaço de Madeira Pintada: 13 anos;
Bóia de Isopor: 80 anos;
Linha de Nylon: 650 anos;
Vidro: tempo indeterminado;
Lixo radioativo: 250 anos ou mais
Querida Rose
Muito interessante teu post. Faz já algum tempo que me recuso a ficar achando lindo toda esta coisa de reaproveitar. Mesmo crendo que no fim teremos de dar um uso a todo o lixo produzido pela insanidade dos últimos setenta anos e que são honrosas e por vezes brilhantes as soluções de re-uso, no fundo elas não tocam no fundo do problema da reciclagem , que é uma espécie de panacéia para a culpa enquanto se continua a consumir. A renuncia, os limites e a preciclagem tem feito parte de nossas preocupações por aqui, e mesmo uma tipologia sobre o que é lixo e que em breve deve ser publicada em artigo, faz parte de nossas acões. Para começar a estimular a discussão, fico por aqui, e seria bem legal ouvir outras vozes. No mais, é isso mesmo, reaproveitar é indubitavelmente bom, sem dúvida. Nossa pergunta precisa ser: é o melhor?
Claudio
Acho que vc tem razão em chamar atenção para isso: certamente o ideal é que certos pressupostos sejam repensados, para não corrermos o risco de olhar as árvores e esquecer da floresta. Minha percepção é a de que todos os nossos problemas de descompasso com o mundo à nossa volta ( que existia antes de nós e existirá depois) provém do descompasso com o sentido filosófico da nosso propósito como seres vivos. Se isso fosse prioritário para a nossa civilização, não teríamos necessidade de consumir para "ser". O problema é que este ainda - enfatizando o ainda - não é o caso, de jeito nenhum. Ainda que fosse, teríamos que lidar com os resíduos de quase 300 anos de revolução industrial. Concordo com você, e já há iniciativas para fechar a torneirinha, mas isso tem que vir junto com uma real mudança interna, filosófica. Acho que, afinal, estamos na hora e no lugar certo para implementar uma evolução ( prefiro evolução à revolução :-) neste sentido, para que toda a ação, mesmo aquela mais cheia de boas intenções, não acabe no avesso do que foi pretendido. Abraço carinhoso,
Rose

Responder à discussão

RSS

Treinadores Oficiais da Rede Brasileira das Cidades em Transição



Conheça Nossos treinadores oficiais

Fórum

DIREITO ECONÔMICO - ARTIGO

Iniciado por vanessa campana 15 Mar, 2019. 0 Respostas

Boa tarde!Estou realizando meu TCC com base na análise econômica da proposta do TTT. Estou com muita dificuldade em encontrar material em português sobre o assunto e muitas revistas científicas de…Continuar

ONG AMBIENTAL - Projeto de Formalização e Estruturação de uma ong Ambiental, Projeto SEE-MEAR

Iniciado por Maria Valentina Sena e Silva. Última resposta de Cledir Mendes Soares 13 Ago, 2018. 2 Respostas

Há boas possibilidades em São Vicente, para implantação de nossos projetos autosustentáveis. Alguém que gostaria de colaborar para que isso venha a ser uma realidade?! Estamos com colaboração em São…Continuar

Notícias de um Mutirão em Cabo Frio

Iniciado por Christianne Rothier Duarte 6 Jul, 2017. 0 Respostas

Olá, boa noite a todos!Acabei de chegar por aqui e gostaria de compartilhar uma experiência de mutirão entre moradores, visitantes e parceiros para cuidar de um largo no meu bairro que havia se…Continuar

Tags: Movimento, Social, Sustentabilidade, Frio, Cabo

Atividades no Rio de Janeiro ?

Iniciado por Valéria Burke. Última resposta de Isabela Maria Gomez de Menezes 15 Jun, 2017. 8 Respostas

Olá a todos, numa busca rápida aqui vi vários membros do Rio de Janeiro. Gostaria muito de saber se atualmente alguém(ns) está empreendendo alguma atividade Transition - principalmente na cidade - do…Continuar

© 2021   Criado por MarCelo Todescan.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço