Transition Brasilândia na união pelo Parque Municipal da Brasilândia!!! Espalhe nas redes, precisamos de todo o apoio possível!

Entre no link e assista ao desabafo do Seu Quintino!!

http://www.facebook.com/photo.php?v=457262004324433

Estamos juntos Seu Quintino!
Desabafo do Guerreiro !!! Amigos repassem e vamos fazer barulho, estão ocupando o terreno do projeto do Parque Municipal da Brasilândia. já foram construídos mais de trinta barracos na parte oculta da área, junto ao córrego da Onça.

Esse vídeo feito hoje, em visita a área reservada para o parque municipal de Vila Brasilândia é um registro do NOSSO AMIGO Quintino Jose Viana , outras imagens ( muito fortes ) serão compartilhadas, Existe um abaixo assinado( Petição Publica) que esperamos que todos assinem. NÃO DESCANSAREMOS ATÉ ENTREGAR PARA A POPULAÇÃO ESSE FRAGMENTO DE MATA ATLÂNTICA.

http://www.znnalinha.com.br/brasilandia/html/pq_brasil.html

 

ÁREA NA BRASILÂNDIA PODE VIRAR UMA "PARAISÓPOLIS"

Av. Dep. Cantídio Sampaio, alt. nº 4000, Brasilândia - 27/Out/2012

Está ameaçado o terreno com projeto para ser o Parque Municipal da Brasilândia. Conforme denúncia recebida por moradores, a reportagem constatou a construção de mais de trinta barracos, e demarcação para novos, na parte oculta da área, junto ao córrego da Onça. A subprefeitura tem conhecimento do problema.

Barraco em obra e demarcação da área.


Trata-se de uma área preservada de mais de 200 mil m2, "ilhada" entre conjuntos habitacionais populares e moradias precárias. Por muitos conhecida como "terreno do Sílvio Santos", uma parte pertenceria à Liderança Capitalização, empresa do grupo do animador de televisão, e outra parte aos herdeiros da antiga empresa Ítala, cujas ruínas ocupam uma parte da área. 

Vagner Fernandes, morador do Jardim Damasceno, acompanhou a reportagem e mostrou a área queimada ao lado da av. Dep. Cantídio Sampaio. Para ele isso significa o preparo da terra para ocupação pelos "invasores". Porém a construção de barracos está sendo feita no lado oposto, no vale profundo do córrego da Onça. Por ser um trecho oculto e sem visualização, fica facilitada a ocupação.

A exuberância verde da área.


A subprefeitura Freguesia/ Brasilândia tem conhecimento da recente invasão. O chefe de gabinete Marcelo Gomes afirmou que por ser uma área ainda particular, os fiscais da subprefeitura ficaram impossibilitados de agir. Ele aguarda um posicionamento mais efetivo da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente (SVMA) para articular uma ação. 

Por coincidência, na última reunião do CADES (conselho municipal que discute problemas sócio-ambientais da cidade) realizada no Ibirapuera no dia 24/10, os conselheiros Quintino Viana e Eugênio Pinese, membros do movimento DamascenoJá!, protocolaram um ofício sobre a demora do CADES em responder sobre a atual situação do terreno, e a execução do parque. Carlos Fortner, chefe de gabinete da SVMA, afirmou que em cerca de três semanas seria agendada uma reunião para tratar disso.

Agrupamento de barracos já formado.


A reportagem caminhou pela mata para chegar à parte de trás da ocupação, onde barracos estão em construção e já há demarcação para outros subirem. O córrego da Onça passa bem embaixo, no fundo de um vale cuja vegetação exuberante lembra paisagens da mata atlântica ou da floresta amazônica. 

O risco de transformação dessa esplêndida área verde em uma favela como Paraisópolis é real, e a corrida pela sua preservação precisa ser feita contra o relógio. 

Minudências

@ O "mateiro" Vagner Fernandes, durante a caminhada pela mata, mostrou os restos de um bugio morto, segundo ele há poucos dias.

@ O córrego da Onça estabelece a divisa entre os distritos Jaraguá e Brasilândia. Á área em questão fica no distrito Brasilândia. O córrego já passa muito poluído nesse trecho.

@ Um pouco abaixo, o córrego da Onça se encontra com o córrego Bananal, na várzea do Jardim Damasceno. Aí está em curso uma obra da SABESP, que as placas informam que são obras de despoluição do rio Tietê.

@ Clique AQUI para ver matéria sobre o movimento DamascenoJá! 

 

Exibições: 153

Comentar

Você precisa ser um membro de Transition Towns Brasil para adicionar comentários!

Entrar em Transition Towns Brasil

Treinadores Oficiais da Rede Brasileira das Cidades em Transição

Claudia Valadares Arakaki

Conheça Nossos treinadores oficiais

Fórum

ONG AMBIENTAL - Projeto de Formalização e Estruturação de uma ong Ambiental, Projeto SEE-MEAR

Iniciado por Maria Valentina Sena e Silva. Última resposta de Cledir Mendes Soares 13 Ago. 2 Respostas

Há boas possibilidades em São Vicente, para implantação de nossos projetos autosustentáveis. Alguém que gostaria de colaborar para que isso venha a ser uma realidade?! Estamos com colaboração em São…Continuar

Notícias de um Mutirão em Cabo Frio

Iniciado por Christianne Rothier Duarte 6 Jul, 2017. 0 Respostas

Olá, boa noite a todos!Acabei de chegar por aqui e gostaria de compartilhar uma experiência de mutirão entre moradores, visitantes e parceiros para cuidar de um largo no meu bairro que havia se…Continuar

Tags: Movimento, Social, Sustentabilidade, Frio, Cabo

Atividades no Rio de Janeiro ?

Iniciado por Valéria Burke. Última resposta de Isabela Maria Gomez de Menezes 15 Jun, 2017. 8 Respostas

Olá a todos, numa busca rápida aqui vi vários membros do Rio de Janeiro. Gostaria muito de saber se atualmente alguém(ns) está empreendendo alguma atividade Transition - principalmente na cidade - do…Continuar

PERMACULTURA PARA TODOS

Iniciado por Simón Paz 6 Jun, 2016. 0 Respostas

Bom dia a todos!Transcrevemos abaixo a proposta da campanha PERMCULTURA PARA TODOS, que lançamos na plataforma de financiamento colaborativo Kickante (…Continuar

Tags: povos, originários, Araguaia-Xingú, indígenas, crowdfunding

© 2018   Criado por MarCelo Todescan.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço