Pare o Aquecimento Global Através da Construção de uma “Arca”


http://www.just-stop.org/228.0.html?&L=1

se nem o governo nem a maioria das empresas estão tomando medidas eficientes para eviar uma catástrofe com o clima do globo terrestre, o que as pessoas podem fazer ajudar a manter a vida na Terra?

Após uma pesquisa extensiva, eu ofereço estas quatro idéias:

1. Verifique a exatidão das informações neste comentário.
2. Se você decidir que elas são válidas, distribua-as o mais amplamente e o mais rápido possível. (Se você pode ajudar traduzindo essas informações para outras línguas, por favor me contacte em: ideas@just-stop.org).
3. Escolha qual das quatro estratégias pessoais você irá usar (listadas abaixo).
4. Se você optar por Simplesmente Parar, então comece um Grupo Simplesmente Parar, pois você não pode Simplesmente Parar sozinho (os detalhes e consequências de Simplesmente Parar são explicados abaixo, e no site: www.just-stop.org).

A QUESTÃO NÃO É SALVAR A TERRA
Esse texto não é sobre salvar a Terra. O planeta continuará com ou sem seres humanos. Este texto é sobre salvar você. Ele te convida para mudar seu estilo de vida para que você possa viver um pouco mais e seus descendentes possam viver.

Como seis bilhões e meio de pessoas podem se reorientar de uma só vez para tomar os passos necessários para evitar um desastre em potencial? Elas podem fazê-lo compreendendo que não existe outra alternativa e seguindo os exemplos daqueles que mudarem primeiro – talvez você.

Neste momento, é certo que uma total reorientação do estilo de vida vai acontecer na Terra seja por escolha ou nao. Isso porque o estilo de vida consumista ocidental, que se espalha rapidamente, não é um padrão sustentável a longo prazo. Já existem pessoas demais utilisando recursos demais e produzindo lixo tóxico demais.

Realmente, nossa população aumentou muito além da capacidade deste planeta. Logo, a escolha que espera cada um de nós tem a ver com a decisão de adotar um novo estilo de vida. Se esperarmos e reagirmos como governo, raças e credos separados, nós traremos sobre nós mesmos o pior tipo de horror imaginável. Este texto sugere que nós temos uma alternativa.

ACORDANDO DO SONHO
Descobrir que o que nós chamamos de “o sucesso da tecnologia moderna e uma mudança gradual e a longo prazo do clima” é uma ameaça à existência humana no planeta Terra é como descobrir que o Papai Noel é nossos pais. Nada pode nos preparar para a surpresa de acordar de um sonho. A única compensação é o valor de entrar na realidade.

Depois de ler esta carta, uma pessoa pode sentir choque, medo, raiva, vergonha, surpresa, confusão, rancor ou depressão. Ter algum destes sentimentos é, na verdade, um bom sinal. Significa que você ainda é “humano”. Assim, eu estimulo às pessoas a se permitirem ter esses tipos de sentimentos, e dividí-los com outras pessoas, assim como as razões por trás deles. Dividir o impacto de acordar do sonho é uma parte essencial de um dos encontros do Grupo Simplesmente Parar.

NÓS JÁ PASSAMOS DO LIMITE QUE TORNA QUAISQUER OUTRAS DISCUSSÕES SOBRE MUDANÇA CLIMÁTICA IRRELEVANTES.
Em janeiro de 2008, na estação de pesquisa Antartic Troll, cientistas noruegueses mediram a concentração de dóxido de carbono (CO2) atmosférico a 394 ppm (partes por milhão). CO2 é o principal gás causador do efeito estufa, produzido através da queima de carvão, óleo e gás natural, por exemplo, por usinas de energia, automóveis, caminhões, aviões e fornalhas de aquecimento. A concentração atual de 394 ppm está muito acima da média de 280 ppm que sustentou a vida como conhecemos na Terra. Nós continuamos aumentando a emissão de CO2 como se isso não tivesse consequências – mas tem.

CO2 DESENCADEIA LIBERAÇÃO DE HIDRATOS DE METANO
CO2 produzido pelo homem retém tanto calor zolar que a tundra ártica, que estava congelada por milhares de anos, está derretendo. A tundra cobre 20 % da superfície terrestre. Há poucos anos atrás foi descoberto que sob a tundra siberiana estão 400 bilhões de toneladas (gigatons) de metano congelado na forma de hidratos de metano. Ano passado, cientistas detectaram metano ártico saindo da tundra a um ritmo cinco vezes mais rápido que o medido anteriormente.

Nos últimos 420,000 anos, a concentração atmosférica de metano na Terra tem permanecido entre 450-750 ppb (partes por bilhão). Metano agora excede 1750 ppb, mais do que o dobro do máximo anterior. Este é o perigo: metano tem um efeito retensor de calor 21 vezes maior do que o dióxido de carbono.

Metano recentemente liberado armazena mais calordo sol, que derrente mais tundra, que libera mais metano, que armazena mais calor, aumentando o aquecimento global. A liberação de apenas 9 dos 400 gigatons de metano congelado no ártico excederia um limite, iniciando uma avalanche de aquecimento. Uma vez iniciada, ela não pode ser revertida!

A estratégia mais conservadora, presente no IPCC AR4 (Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática, 40 Relatório de Avaliação) das Nações Unidas de novembro passado, propõe uma redução da emissão de gases relacionados ao efeito estufa que estabilizaria o aumento da temperatura no planeta em 2 graus centígrados acima dos níveis pré-industriais. As mudanças no estilo de vida necessárias para tal estabilização são amplamente consideradas politicamente impraticáveis. Ainda assim, um aumento de 2 graus garante a liberação de 9 gigatoneladas de metano ártico.

A razão para isso é que 2 graus é uma média global, mas esses 2 graus não são uniformemente distribuídos. A temperatura acima dos oceanos não aumenta muito, enquanto que a temperatura sobre a terra se tornará altao suficiente para parar a polinização das colheitas e obrigar as árvores a mudarem de absorvedores CO2 a liberadores deste gás!

Um aumento da temperatura média global em 2 graus significa um aumento de 8-10 graus exatamente onde o metano congelado está nas regiões árticas. Neve refletora derrete, expondo terra ou água, que absorve muito mais calor do sol. A civilização como conhecemos desaparecerá em uma arremetida de tempestades, fome, seca, doenças e conflitos. Provavelmente dois terços da humanidade morrerá em nosso tempo! Governos nacionais e economias acabarão e a vida, como conhecemos, irá acabar repentinamente.

Isto não está escrito para assustar pessoas, embora isso acontecerá. O objetivo é convocar as pessoas a agir em nome de tudo que elas amam na Terra, por seus filhos e netos. Quantos terão suas vidas arruinadas? Como eles serão afetados pessoalmente se esse cenário ocorrer? Se alguma vez houve um momento de tomar acções pessoais, o tempo é agora.

NÓS NÃO TEMOS TEMPO
Não é geralmente admitido que o nível mínimo de gases causadores do efeito estufa necessário para desencadear uma avalanche de aquecimento já foi excedido. O limiar necessário não foi incluído nos modelos de mudança climática da ONU. Conclusões oficiais tiveram que ser aprovadas por todos os signatários, o que inclui os EUA.

Relatórios originais indicaram que nós tivemos séculos para evoluir de uma economia baseada no carbono. Mas nós estávamos enganados. Nós não temos tempo. Apesar de os efeitos letais de termos ultrapassado o limiar já serem reconhecidos, por exemplo por estatísticas de seguro, aquecimento global provavelmente não será considerado uma catástrofe por mais 5 a 8 anos. Esse tempo pode ser usado para nos prepararmos.

Registros geológicos mostram que o último evento de aquecimento global aconteceu (55 milhões de anos atrás) foi causado por vulcões em erupção liberando gases de efeito estufa. Hoje em dia, a China e Índia usam carvão para sustentar suas mega-populações, e como as florestas tropicais que absorvem CO2 estão sendo queimadas para a produção de bio-combustíveis e soja para alimentar gado, nós estamos liberando para a atmosfera uma quantidade de gases de efeito estufa 30 vezes maior do que os vulcões. Da última vez a vida na Terra levou 100,000 anos para se recuperar.

UMA PEQUENA JANELA DE OPORTUNIDADE
Nós temos uma chance ridiculamente pequena de evitar o auto-extermínio causado pela mudança climática. A chance é de parar repentinamente com 90 % da emissão mundial de carbono. Simplesmente pare. Isto envolve não apenas 90 % das emissões pessoais e corporativas, mas também 90 % dos outros emitidores de gás, normalmente esquecidos: operações militares e governamentais.

Apesar de 90 % das emissões até 2015 excederem enormemente os cortes propostos pela Califórnia, Europa e a reunião da IPCC da ONU em Bali, 90 % é urgentemente recomendado por vários pesquisadores, incluindo George Monbiot, James Lovelock e John James. (Referência de todas as informações contidas nesta carta estão disponíveis em www.just-stop.org e em vários outros websites. Para alguns exemplos, apenas digite no google melting permafrost, e comece a ler).

ESTOURANDO A BOLHA DE QUE ESTÁ TUDO BEM
Milhares dos cientistais mais inteligentes do mundo têm monitorado a biosfera da Terra por décadas. Eu também fui treinado como cientista. Eu conheco e confio nos métodos usados para medir. Mesmo assim, os resultados que os cientistas estão encontrando são chocantes demais para eu aceitar.

Eu acordo de manhão e olho as árvores, o céu, e pessoas comuns vivendo suas vidas na cidade onde eu moro no sul da Alemanha, e eu balanço minha cabeça. A ameaça de um desastre climático parece ficção científica. Parece que um médico acabou de me dizer que ele encontrou níveis altos de colesterol no meu sangue apesar de eu não sentir nada relacionado a isso. De repente a bolha de que está tudo bem estoura; o mundo inteiro parece diferente.

O mundo inteiro acabou ser informado que deve entrar no equivalente a uma dieta permanente de baixo colesterol. Ignorar tal aviso é perigoso. Não tomar uma ação imediata e decisiva durante nossa pequena janela de oportunidade garante que tudo que nós conhecemos, tudo que nós temos considerado como nosso, tudo aquilo de que nos orgulhamos, está balançando na borda da extinção.

A MAIORIA DAS PESSOAS ESPERA QUE DE ALGUMA FORMA O GOVERNO SALVE A TODOS NÓS
Nós achamos que nossos oficiais eleitos são inteligentes o suficiente para evitar de nos deixar morrer em um colapso Malthusiano previsível e facilmente evitável. Mesmo assim nós olhamos os aviões cruzando o céu, os carros e caminhões viajando pelas autoestradas, as chaminés despejando gases, e as casas novas liberando calor como um crivo. Olhe para a pilha diária de lixo que cada casa joga fora, e ao exército de propagandas implorando a todo mundo que consuma mais. Agora volte sua visão para os líderes governamentais e empresariais propositadamente extraindo da Terra as últimas gotas de lucro em vez de remover as últimas gotas de carbono de seus estilos de vida.

Você realmente acha que os governos na América, Ásia e Europa vão acabar com a competição de quem consome mais rápido os recursos restantes? Você realmente acha que os governos ou outros grupos, em países com populações rapidamente crescendo, irão prevenir que dois ou três bilhões de bebês nasçam?

Não. Eles não irão. Nenhum deles. Não seja estúpido. Pessoas obesas param de comer? ... quase nunca.

GOVERNO DE CRIANÇAS
Quando crianças fazem sujeira, quem limpa? Não elas mesmas! 192 países estão fazendo sujeiras enormes sem a menor intenção de limpar. Nós somos 192 nações trabalhando em um nível infantil de responsabilidade. Não há adultos tomando conta, nem mesmo nos altos escalões do governo. Nós nem sabemos o que é responsabilidade de adulto.

Nós não arranjamos nenhum Pai ou Mãe global para nos dizer “Pare agora! Não toque nisso, nunca! Ponha isso de volta! Isso não é seu! Divida igualmente com os outros! Sem brigas!” Não existe nenhuma organização tomando responsabilidade a nível global. Ninguém lá fora irá nos salvar. Por isso, resta a nós, individualmente e coletivamente, agir.

QUATRO ESTRATÉGIAS PARA ESCOLHER
Existem quatro estratégias básicas para se lidar com a mudança climática: Esperar por um milagre, O último homem em pé, Mudar o sistema, ou Simplesmente parar. Qual você escolhe? (A idéia das quatro estratégias e algumas destas frases vêm do livro Powerdown, de Richard Weinberg).

1) Esperar por um milagre: Esta é a estratégia de ~90% da humanidade que ou nunca ouviu falar de aquecimento global, ou cuja atitude em relação a uma catástrofe climática é filosofar, teorizar, proselitizar, ou imaginar que alguém fará uma descoberta tecnológica que salvará todos nós. Essas pessoas escolhem não fazer nada.

2) Último homem em pé: Está estratégia é favorecida pela elite, os que detém o poder na corporocracia. O plano já está sendo implementado: negócios como usual, ao mesmo tempo em que competem cruelmente por recursos em escassez enquanto o mundo “vai decaindo”. O sobrevivente leva tudo. Porém, nenhuma quantidade de dinheiro ou armas garantirá a sobrevivência no caso de um colapso ecológico

3) Mudar o sistema: Esta é a estratégia favorecida por ativistas políticos inteligentes e com compaixão, pertencentes a ONGs fazendo lobby por regulamentações para mudar o sistema sócio-econômico. Cenários plausíveis para cooperação internacional, conservação e divisão de recursos realmente podem ser desenvolvidos, mas sua implementação falha porque na prática demanda compromissos demais. Quando o gato não tem garras, os ratos regem o mundo.

4) Simplesmente pare, construa uma arca: Esta é a estratégia de uma pequena minoria, contando com fontes alternativas de informação, que percebem que todo o sistema de civilização industrial é inerentemente insustentável. Destas pessoas, a maioria irá simplesmente observar, cinicamente e sem poder fazer nada, o mundo se desintegrar. Apenas uma pequena porção deste grupo minoritário assumirá responsabilidade pessoal total por ter causado em primeiro lugar as atuais condições, e irá Simplesmente Parar de criá-las. Das cinzas de suas vidas, eles se encontrarão em sistemas sociais pequenos e sustentáveis além do alcance da globalização, e criarão “barcos salva-vidas” de uma cultura paralela, as “arcas”. Sem perceber, nós já estamos participando em uma das estratégias acima. Ao enxergar as opções mais cuidadosamente, nós ganhamos uma oportunidade de fazer uma escolha mais consciente. O que você escolhe?

QUATRO AÇÕES QUE VOCÊ PODE TOMAR PARA SUSTENTAR A VIDA HUMANA

1. A primeira coisa que você pode fazer é confirmar as informações presentes nesta carta pesquisando sites na internet, lendo artigos, estudando livros e entrando em contato com outras pessoas. Procure fontes independentes. Decida se esta informação é precisa ou não.

2. Se você concluir que estas informações não são válidas, netão não faça nada. Se você concluir que elas são válidas, então mande este artigo para cada pessoa que você deseja que tenha uma chance de viver. Conte especialmente para pessoas que não esperariam que você lhes conte. Fale com motoristas de caminhão, engenheiros petroquímicos, soldados, burocratas, mineiros de carvão americanos, mineiros de urânio americanos, trabalhadores siberianos de gás, fazendeiros no Borneo e no Brasil. Fale com apresentadores de talk-shows, produtores de cinema, líderes de redes, editores de jornais e sites na internet, seus vizinhos. Se as pessoas confiam em suas fontes de informação, elas podem mudar completamente seus pontos de vista e modo de vida. Eu sei disso porque eu mudei o meu.

3. A terceira coisa a fazer é decidir qual das estratégias acima você irá usar.

4. Se você decidir pela estratégia 4, de Simplesmente Parar, então a quarta coisa a fazer é começar seu Grupo Simplesmente Parar. Nós não podemos Simplesmente Parar como indivíduos. Nós dependemos uns dos outros enquanto nós saímos do consumismo ocidental e criamos arcas culturais sustentáveis. Você pode baixar o Guia para o Grupo Simplesmente Parar em: www.just-stop.org.

RESPONSABILIDADE RADICAL
Várias autoridads reconhecidas concordam: Nós precisamos mudar, nós precisamos agir, nós precisamos parar. Mas todas estas proclamações apenas garantem que nada mude, ninguém aja e ninguém pare.

Por que? Porque NÃO EXISTE NÓS QUANDO SE FALA DE RESPONSABILIDADE.

Somente uma pessoa no mundo pode parar. Essa pessoa sou eu. Eu posso parar.

À primeira vista pode parecer radical demais assumir toda a responsabilidade pelo aquecimento global. No entanto, se eu assumir toda essa responsabilidade, sem desculpas, sem evitar a vergonha, sem ser uma vítima, então eu posso parar com o aquecimento global. Através de responsabilidade radical, eu ganho a capacidade de Simplesmente Parar.

SIMPLESMENTE PARE A INSUSTENTABILIDADE
Se eu trabalhasse no no governo de certos países, eu ficaria envergonhado demais para continuar promovendo hipocrisia e negação. Eu Simplesmente Pararia de aparecer no trabalho. Minha demisão seria não-negociável. Existem muitas outras coisas para fazer com a minha vida em vez de proteger uma organização que foi tomada para servir propósitos repreensíveis.

Se meu trabalho sustentasse a indústria atômica ou envolvesse armas de destruição em massa ou armamento com urânio empobrecido, eu não poderia mais contribuir para a contaminação do mundo e pararia de trabalhar la.

Se meu trabalho fosse com óleo, carvão, mineiração de gás, refinaria, ou envolvesse construir ou dirigir carros, caminhões, aviões ou navios que funcionam à base de petróleo, eu não poderia mais aguentar promover a emissão de de gases do efeito estufa. Eu Simplesmente Pararia.

Se meu trabalho sustentasse um exército que estivesse interessado em armazenar armamentos e estrangular outras nações de modo que meu próprio país pudesse manter seus petrodólares em circulação e ao mesmo tempo sugar egoisticamente as últimas gotas de óleo do planeta, eu consideraria continuar esse trabalho abaixo de minha dignidade e imediatamente mudaria de carreira.

Quase todo aspecto do consumismo capitalista moderno é insustentável, então quase tudo que nós fazemos na vida diária moderna leva ao suicídio planetário. Se eu me afastar de um trabalho ridículo na economia do carbono agora, eu sou como os policiais que abriram os portões e se afastou do ridículo Muro de Berlin em 1989. Esses policiais são heróis hoje em dia.

SIMPLESMENTE PARE O AQUECIMENTO GLOBAL
Tentar encontrar meios-termos e estar satisfeito com meias soluções é uma tendência humana típica humanos. Essa é a estratégia, Mudar o Sistema. Se eu escolher a estratégia três estratégia, então eu sigo a estratégia três.

Simplesmente Parar é a estratégia quarto, e ela não é um meio-termo. Simplesmente Pare.

Ao fazer a minha própria pesquisa sobre o que parar torna minha decisão mais confiável. É simples: Encontre fontes de gases causadores do efeito estufa e pare de financiá-las.

O raciocínio econômico é simples também: se menos pessoas comprarem produtos que emitem gases causadores do efeito estufa durante sua produção, entrega, uso ou reciclagem, então menos produtos serão produzidos!

Simplesmente Parar é uma solução óbvia para o aquecimento global, e no entanto é uma escolha difícil. Prepare-se para ficar chocado ao ler os exemplos abaixo de o que Simplesmente Parar. Tente evitar decider de antemão que Simplesmente Parar é impossível. Conscientização leva tempo para crescer. Dê a essas idéias tempo para amadurecerem.

Adotar a estratégia Simplesmente Parar seria mais ou menos assim:

- Pare de comprar coisas feitas de ou embaladas em plástico. A maioria dos plásticos são derivados do petróleo. Leve uma mochila ou uma cesta à loja, e compre items que não vem embalados. Comece a prestar atenção em quanto plástico você tem no seu carro, na sua cozinha, no seu estcritório, no seu jardim.

- Pare de receber catálogos pelo correio. Tintas coloridas podem conter metais pesados e são enterradas no solo depois que você as joga fora. Você envenena a terra e faz com que florestas sejam derrubadas todos os dias para fazer catálogos. Árvores vivas absorvem CO2. Árvores mortas tansformadas em papel liberam CO2.

- Pare de aceitar as propagandas de mercados e lojas que são entregues em sua caixa de correio. Leve-as a reuniões governamentais e demande que sua cidade cancele a permissão para distribuir circulares promocionais porque elas aumentam a quantidade de gases causadores do efeito estufa.

- Pare de comprar jornais e revistas. Acesse notícias e revistas pela internet. Não jogue compostagem de jornais ou cinzas no seu jardim, pois a tinta colorida pode ser venenosa e será absorvida pelos seus legumes e depois por você.

- Não aceite mais listas telefônicas impressas. Acesse a internet para conseguiir números de telefone. Nós precisamos de mais árvores, não de menos! Passe suas férias plantando árvores!

- Pare de produzir lixo. Transforme seu bio-lixo em compostagem e recicle todo o resto. Se não puder ser reciclado, não compre.

- Pare de comprar móveis ou ítens para a casa que são feitos de madeira tropical. Essa madeira foi um dia parte da floresta tropical e você pagou para que ela seja derrubada. Use madeira local de florestas sustentáveis.

- Pare de comprar produtos transportados por aviões, navios, ou caminhões de longa distância. Ajuste sua dieta para comida não processada produzida em um raio de 200 milhas de sua casa. A não ser que você viva nos trópicos, adapte-se a viver sem bananas ou abacaxis.

- Pare de comer carne de vaca e de porco, principalmente em restaurantes fast food. Melhor ainda, torne-se vegetariano. As indústrias de gado e porco produzem quantidades enormes de gases causadores do efeito estufa. E o plástico e papel das embalagens são abusivos.

- Pare de instalar lâmpadas fluorescentes compactas (LFC) em reposição às incandescentes. O mercúrio nas lâmpadas fluorescents é um metal pesado venenoso e não é reciclável. Imagine a quantidade de LFC venenoso sendo acumulado neste momento! Em vez de instalar LFC, desatarraxe metade de suas lâmpadas incandescentes e crie o hábito de apenas acender a luz quando você realmente precisa. Tire todos os eletrodomésticos da tomada quando não estiverem em uso.

- Não possua mais ações em qualquer compania que tenha algo a ver com economia de consumo, mineiração, petróleo, lenha, urânio ou armamento. Cada pessoa que tenha ações é pessoalmente responsável por cada falta que sua compania comete e eventualmente poderia ser processado. Irresponsabilidade é uma ilusão

- Pare de usar eletricidade gerada por carvão, óleo, gás ou energia nuclear. Saia da rede pública de energia! Diminua seu consumo de energia elétrica em 95 % e pesquise outras formas viáveis de gerar qualquer tipo de eletricidade que você precisa.

- Pare de dirigir. Disponha de muito mais tempo para viajar. Ande. Anexe uma carroça à sua bicicleta para carregar crianças pequenas e cargas. Use ônibus e trens e carros em grupos grandes. - Pare de voar em jatos ou aviões. A era dos jatos acabou.

- Pare de viajar de navio, eles produzem mais gases de efeito estufa por passageiro do que aviões. Viajde de barco à vela.

- Pare de viver em uma casa aquecida por eletricidade, óleo, gás ou lenha. More em uma casa super-isolada, aquecida com energia solar, que não requere nenhum aquecimento adicional. Não possua mais nenhum outro tipo de edifício

- Pare de trabalhar, se seu trabalho está relacionado de qualquer maneira à mineiração, carvão, óleo, indústria madeireira, eletricidade, transporte aéreo ou maritmo, cimento ou exército. Simplesmente pare. Encontre outra vocação.

- Pare de mandar seus filhos à escola pública. O que eles aprendem hoje nas escolas não irá ajudá-los a viver num futuro próximo. Ensine-os as habilidades práticas que eles precisam saber. Você mesmo provavelmente irá necessitar delas. Com seus filhos em casa, vocês podem aprendê-las juntos. O objetivo é auto-sustentabilidade, seja em pequenas unidades familiares ou em pequenas comunidades

Você entende o que eu quero dizer? Isso é chocante. Por favor lembre-se que essas não são regras. São apenas alguns tipos de estilo de vida que terminarão acidentalmente ou intencionalmente, porque não são sustentáveis a longo prazo. A sugestão é experimentar mudando agora, enquanto você ainda tem tempo para se ajustar às circunstâncias que virão.

SE...
A corporocracia tivesse direcionado sua verba de trilhões de dólares em vez de para fazer guerra, para desenvolver e implementar energia renovável há 15 anos atrás, nós não dependeríamos mais de óleo hoje em dia. No entanto, os governos resolveram implementar “Último Homem de Pé”, até o momento contaminando 8 % da superfície terrestre com urânio empobrecido permanentemente radioativo, e garantindo que mihões de pessoas ou mais irão morrer nas próximas décadas por causa do aquecimento global.

Como Simplesmente Parar e deixar a cultura não sustentável entrar em colapso de modo que alternativas sustentáveis possam emergir pode ser pior do que isso? Se eu Simplesmente Parar de sustentar a economia do carbono, e muitos outros se juntarem, toda essa economia desapareceria em uma semana. Como Eddie Izzard pergunta, “Bolo ou morte?” Pergunta estúpida, não?

DEPOIS QUE EU PARAR, O QUE ACONTECE?
Se eu Simplesmente Parar, minhas novas ações podem criar uma ampla variedade de culturas sustentáveis. Como quase toda a cultura ocidental moderna é insustentável, as atividades de qualquer cultura sustentável irão parecer não-convencionais. Então, é natural não ter nenhuma idéia de como implementar uma cultura sustentável. É natural se sentir totalmente perdido no início.

Eu me senti perdido outras vezes, com medo de nunca achar o caminho de casa. Ainda assim, aqui estou eu. Eu posso estar com a sensação de perdido agora, me perguntando: Se eu Simplesmente Parar, o que eu estarei fazendo? Onde conseguirei dinheiro e comida? Onde eu vou morar? Quem serão meus amigos? Respostas novas e plausíveis aparecerão enquanto eu deixo que as próprias perguntas me impulsionem a tomar as ações apropriadas.

Uma ação apropriada poderia ser convidar as pessoas com quem eu gostaria de conversar sobre essas coisas para um encontro semanal do Grupo Simplesmente Parar. Cada Grupo Simplesmente Parar é a semente para um “salva-vidas cultural” sustentável, ou uma “arca”. Ao menos vale a pena explorar tal estratégia. Um guia para um Grupo Simplesmente Parar pode ser encontrado em: www.just-stop.org.

Esse texto foi difícil e doloroso de escrever. Eu levei semanas. Pode ter sido horrível para você lê-lo também. Se foi, peço desculpas.

Clinton Callahan é afiliado à www.callahan-academy.com. Originador de Possibility Management, autor do livro Radiant Joy Brilliant Love, treinador, naturalista e activista atualmente morando na Alemanha, Germany, ele pode ser contactado em: clinton@just-stop.org.

Exibições: 29

Comentar

Você precisa ser um membro de Transition Towns Brasil para adicionar comentários!

Entrar em Transition Towns Brasil

Treinadores Oficiais da Rede Brasileira das Cidades em Transição

Claudia Valadares Arakaki

Conheça Nossos treinadores oficiais

Fórum

DIREITO ECONÔMICO - ARTIGO

Iniciado por vanessa campana 15 Mar, 2019. 0 Respostas

Boa tarde!Estou realizando meu TCC com base na análise econômica da proposta do TTT. Estou com muita dificuldade em encontrar material em português sobre o assunto e muitas revistas científicas de…Continuar

ONG AMBIENTAL - Projeto de Formalização e Estruturação de uma ong Ambiental, Projeto SEE-MEAR

Iniciado por Maria Valentina Sena e Silva. Última resposta de Cledir Mendes Soares 13 Ago, 2018. 2 Respostas

Há boas possibilidades em São Vicente, para implantação de nossos projetos autosustentáveis. Alguém que gostaria de colaborar para que isso venha a ser uma realidade?! Estamos com colaboração em São…Continuar

Notícias de um Mutirão em Cabo Frio

Iniciado por Christianne Rothier Duarte 6 Jul, 2017. 0 Respostas

Olá, boa noite a todos!Acabei de chegar por aqui e gostaria de compartilhar uma experiência de mutirão entre moradores, visitantes e parceiros para cuidar de um largo no meu bairro que havia se…Continuar

Tags: Movimento, Social, Sustentabilidade, Frio, Cabo

Atividades no Rio de Janeiro ?

Iniciado por Valéria Burke. Última resposta de Isabela Maria Gomez de Menezes 15 Jun, 2017. 8 Respostas

Olá a todos, numa busca rápida aqui vi vários membros do Rio de Janeiro. Gostaria muito de saber se atualmente alguém(ns) está empreendendo alguma atividade Transition - principalmente na cidade - do…Continuar

© 2020   Criado por MarCelo Todescan.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço