HORA DO PLANETA 2011

 

Às 20h30 do último sábado, dia 26, várias casas e estabelecimentos da Granja ficaram às escuras. Desta vez, contudo, não foi por causa de mais um apagão. Foi a Hora do Planeta, realizada pela quinta vez no mundo e pela segunda vez na região. A ideia é relativamente simples: Uma vez ao ano, no último sábado do mes de março,durante uma hora , das 20h30 às 21h30, horário local, das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes são apagadas por uma hora, para celebrar, mais uma vez, o compromisso mundial de mudar para melhor nosso Planeta. Pelo segundo ano consecutivo, numa iniciativa do Transition Granja Viana, com o apoio de toda mídia local, patrocínio do Site da Granja, Ciagraph e Lao Engenharia, a comunidade se engajou: apagou as luzes de casa e foi jantar a luz de velas em um dos 39 restaurantes que aderiram à campanha. E assim o jantar ficou mais divertido, seja para o casal de namorados, a família ou o grupo de amigos.

Além disso, os restaurantes comprometeram- se a doar o valor sugerido de R$ 5,00, equivalente a cada pessoa que jantou nesse horário. Até aqueles que só abrem na hora do almoço quiseram dar sua colaboração! A verba final será destinada à construção de um playground no Parque Teresa Maia, repetindo a fórmula filantrópica de 2010, quando os R$3.700,00 arrecadados foram investidos na revitalização da Praça Santa Adélia. A doação será feita no dia 12 de abril à empresa Lao Engenharia que, independente do valor arrecadado, prometeu instalar um playground à altura do Parque, um presente aos granjeiros. Lao Napolitano, proprietário da empresa, esteve com sua familia no Felix Bistrot, dando mais essa participação.

Peguei meu carro para ir fotografar alguns restaurantes na rua José Félix de Oliveira. Pensei até em ir com as luzes dele apagadas, mas por motivos de segurança pessoal e alheia, descartei a ideia. Já na José Félix, saí pela rua com a câmera em mãos. No La Bodega Mexicana, encontrei casais e grupos de amigos reunidos em volta das mesas. No Palácio Oriental, famílias com crianças. Tudo inspirava alegria! Personalidades granjeiras e de São Paulo também circularam por aqui: a gourmet Neka Menna Barreto e o ator Taumaturgo Ferreira no Seu Adolpho, Zeca Pamplona no Cabaña del Assado, Luis Gustavo, subprefeito da Granja e fundador do Parque Teresa Maia no Emilia Romagna, e como não poderia deixar de ser, as meninas do Transition, que transitaram um pouco por todos os restaurantes que aderiram a campanha, prestigiando a festa.

Alguns dirão que uma hora não significa nada para o planeta, este senhor de 4,5 bilhões de anos. Para o planeta, talvez não signifique, mas uma hora é o suficiente para nós, humanos, os seus habitantes mais agressivos, pararmos para pensar sobre o impacto que estamos causando na nossa única casa. E é exatamente esse o objetivo da Hora do Planeta: fazer refletir sobre aquecimento global e suas causas/conseqüências, que já são cada vez mais evidentes, na forma de grandes catástrofes naturais.


Fora da Granja

A campanha, com o feitio que a Granja lhe deu, já deu frutos: em uma inciativa da Revista Viva São Paulo em parceria com o Site da Granja, Alphaville também aderiu à Hora do Planeta, bem como centenas de cidades ao redor do globo, incluindo várias brasileiras. Segundo informações da WWF, organizadora do movimento, a participação brasileira em 2011 foi recorde: 123 municípios (incluindo 20 capitais) entraram oficialmente na campanha, contra 98 em 2010, fora quase 2000 empresas e organizações. Vários pontos famosos do Brasil, como o Cristo Redentor, no Rio; a Ponte Estaiada e o Monumento as Bandeiras, em São Paulo, foram lançados na escuridão. A ideia começou em Sydney, Austrália, no ano de 2007.. Quatro anos depois, o evento já havia conquistado o mundo inteiro.


Victor de Andrade Lopes

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de Transition Towns Brasil para adicionar comentários!

Entrar em Transition Towns Brasil

Treinadores Oficiais da Rede Brasileira das Cidades em Transição

Claudia Valadares Arakaki

Conheça Nossos treinadores oficiais

Fórum

DIREITO ECONÔMICO - ARTIGO

Iniciado por vanessa campana 15 Mar, 2019. 0 Respostas

Boa tarde!Estou realizando meu TCC com base na análise econômica da proposta do TTT. Estou com muita dificuldade em encontrar material em português sobre o assunto e muitas revistas científicas de…Continuar

ONG AMBIENTAL - Projeto de Formalização e Estruturação de uma ong Ambiental, Projeto SEE-MEAR

Iniciado por Maria Valentina Sena e Silva. Última resposta de Cledir Mendes Soares 13 Ago, 2018. 2 Respostas

Há boas possibilidades em São Vicente, para implantação de nossos projetos autosustentáveis. Alguém que gostaria de colaborar para que isso venha a ser uma realidade?! Estamos com colaboração em São…Continuar

Notícias de um Mutirão em Cabo Frio

Iniciado por Christianne Rothier Duarte 6 Jul, 2017. 0 Respostas

Olá, boa noite a todos!Acabei de chegar por aqui e gostaria de compartilhar uma experiência de mutirão entre moradores, visitantes e parceiros para cuidar de um largo no meu bairro que havia se…Continuar

Tags: Movimento, Social, Sustentabilidade, Frio, Cabo

Atividades no Rio de Janeiro ?

Iniciado por Valéria Burke. Última resposta de Isabela Maria Gomez de Menezes 15 Jun, 2017. 8 Respostas

Olá a todos, numa busca rápida aqui vi vários membros do Rio de Janeiro. Gostaria muito de saber se atualmente alguém(ns) está empreendendo alguma atividade Transition - principalmente na cidade - do…Continuar

© 2020   Criado por MarCelo Todescan.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço